quarta-feira, 20 de junho de 2007

Nas rodas do meu coração.

Meu coração brincou de roleta russa.
Rodou, rodou e continua rodando.
Não sei se vai parar em algum lugar
Ou quem vai ficar e ocupar o vácuo
Que a velocidade de rotação provocou
Mas é certo que se um dia ele parar
É o começo do meu fim, enfim.

29 comentários:

onirê disse...

hmmm...
"até onde posso ir sem voltar???"

seu poema me tras ótimas lembranças... heh..
bju broto!!
=******

aline fontelli disse...

é o fim...

Mapa do meu nada disse...

e meu coração gira mais que pião...
fica mais doido que bebado num onibus
e tomara que ele "pare" um dia, num lugar qualquer...

Hum... disse...

Tomara q pare!!!
hum... nao...
É bom q pare...
e logo... =]!!!
Xero linda!!!

Dani Torres disse...

rooooooda...
não deixa parar... ou deixa?




bju

Soturno disse...

Ele é um sortudo ou um bom jogador?

:***

Alê Namastê disse...

Roda moinho...
Ah! Estou linkando o seu epaço que é sempre um endereço gostoso para se tomar um bom café.

Anônimo disse...

hIAuIAuIauIAuHAhiHAuhIAuIAh
muito massa, tu jabe que escreve bem que só né???
flows!!!



e a tampa???

subby disse...

deixa ele rodar, pq assim vai ser mais fácil pra ele achar o momento certo de parar. de parar, não.
de rodar em outro sentido.. e em outra velocidade.

*=

Marco Schiavo disse...

Roda, rodou... Mas um dia ele para pra visitar alguém.

Pare & Pense disse...

ehhhhhh garotaaaaa... huahauh =)

hummm... na vdd o mew jah parou... o problema eh qndo naum se tem coragem o suficiente para apertar o gatilho... ou se eh melhor msmo naum ter coragem... afinal assim ninguem se machuca neah... (naum disse mta coisa neah... bom... melhor msmo.. huauah)

bom... vc incrivelmente incrivel como sempre....

ahh... tenhu acompanhado seus posts viu.. eu li o de outro dia sobre entrar pela porta.. heheh (fiz ateh uma paralelo nu mew album de fotos do orkut)

ahhh.. (d novo) colokei o link do CAFE NA PORTA nu mew orkut (relaxa q naum eh pa vc se sentir obrigada a fazer o msmo... viu)

bom... sem mais delongas.. huhaa... admiro essa sua capacidad de coseguir com palavras sentir o real

bjoooo.... parabens mais umas 500 vezes (jah to adiantando parabens)...

bjoooo nas crianças (como vc diz)

Helio Bentzen disse...

bronca é quando a roleta nao quer mais rodar ihihihihi

Mário Cardoso disse...

meu coração tá parado no tempo, esperando sei lá oq. coloquei placa de aluga-se, tentei vender, doar, arrendar e nada feito.

Fernanda disse...

Lindo! O meu também é uma eterna roleta russa. Roda, atira e, às vezes, acerta em mim msm.
Beijos!!

paulo disse...

... éééé´, e ele não pode parar!!
.
lembrei-me de um lindo poema de Rayanne do blog "contratempo":

'meus poemas de amor
não tem destinatário
misturo no vento e sopro:
um dia, no olho
de alguém vira cisco.'

.
.
beijos beijos e beijos!! ah, que bom que gostou da imagem, arte no paint!! rss
.
^^

Juliana disse...

o meu tbm tá assim... é só pararmos pra esperar o começo do fim e se ele não vier a gente continua rodando.

;*

Hélder Silva disse...

eita coração!

espero q o meu não pare de rodar!


ótimo poema.
x*

Anayar disse...

tu vai morrer, lua?!!

anayar

dimitri disse...

bem, como você pode ver... eu não tenho coração. eu tenho distúrbios mentais muito fuderosos, e sabe duma coisa? eu gosto disso.
adoro. nele, as pessoas são perfeitas. e não preciso sair desse mundo, só pq todos têm um coração venenoso.

Dimitri :~

Mila disse...

espero que esse seu fim começe logo.

beijo nas crianças ;**

PS: "me puxa do poço?" haha

Escultora de Delírios disse...

roleta russa.. perigosa porem excitante.
Bjooo!

Oca da Índia. disse...

lindo.

porque esse café da menina é com adoçante.

=]

eu amo.

..
*

Paulo Fernando disse...

Senti um pouco de frio ao ler o poema. Sei lá, acho que estou contaminado com a frieza sentimental da "roleta russa" em que se transformou o coração... Uma certeza: em algum momento o tiro será disparado...

Muito legal, minha querida!

bjos!!!!!!!!

dani disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ella disse...

yeah
não se pode parar.
ir até a ultima gota de roda que tiver nas engrenagens dessa roda ;*

uma pergunta disse...

muito inteligente sua comparação.
sou obrigada a concorda com um rapaz q falou: pior é qdo ele para
=/
obrigada por sempre me visitar,tá?
bjos moça!

Camila disse...

QUe "páre" em um lugar e bata forte, cotidianamente, até que, aquela rotina, torne as batidas cada dia mais fracas, mais com forças suficientes pra girar e "parar" em outro porto seguro. Parar literalemnte seria súbito!

"O Eco do Oco do coração
Que enche de SOm, esse NAda"

:***
dAs LAGOAS

CH disse...

Ooooopa...
Também vim bater à porta do café, para um dedinho de prosa.
Agradeço a vc pela acolhida ao poema A Flor Exangue.
Esteja sempre à vontade por lá.
Abraço.

UANA MAHIN disse...

esse coração tem de se permitir numa dessas voltas!