terça-feira, 14 de outubro de 2008

Amanuel.

Ontem meu Deus,
Fez 40 anos que Manuel foi embora.
Quando aqui eu cheguei,
Manuel já tinha ido.

Ele foi, e deixou pra mim o seu Recife,
O Recife da casa de seu avô.
Quando eu cheguei, ainda tinham as ruas aqueles nomes bonitos que um dia ele tanto exaltou.

Ontem me deu uma saudade assim,
Saudade sentida de Manuel.
Corri por todas aquelas ruas de nomes bonitos, e foi as margens do Capibaribe [Capiberibe] que alguém me disse pra onde ele foi.
E disseram assim:

- E lá foi ele.
Caminhando com passos leves e sorrisos largos.
Deixando para trás o peso da vida em seus pulmões cansados.
Feliz ele foi para Pasárgada,
Por que lá, ele é amigo do Rei.

-

Homenagem singela a um grande poeta conterrâneo meu, o saudosissimo Manuel Bandeira, autor de O bicho, Pasárgada, A estrela, Estrela da manhã, Cinzas das horas, e tantas outras obras de uma beleza profunda, e uma certa melancolia escondida entre os versos.

Ontem (13-08-2008) fez 40 anos de sua morte.

Espero que ele esteja a me esperar, pois um dia irei até Pasárgada, pois lá, também sou amiga do Rei.

- Lua Durand.
Recife, 14 de Outubro de 2008.

28 comentários:

Cais da Língua disse...

Amo Bandeira
e vc como sempre excelente
=*

Camila :) disse...

legaal :0
olhaa to de blog novinhuu,devido a uns problemas no outro.
Passando rapido(porem eu li viu?)!

bejooo

orlandoxinho disse...

é linda demais essa menina

*Luis Amaral*______________ disse...

aew tia....
quanto tempo não?
bela homenagem, uma dia chegarei na minha Pasárgada...

Flows,,,um beijo...

Anayar disse...

Pasárgada que nos espere!
lulu leleu lolou!

Tata disse...

Que lindo, Lua.

acqua disse...

Que delícia de homenagem. Que nós todos um dia possamos ir para Pasargada também.

Hei, quero contar com sua participação no Abre Aspas II. Beijos mil.

Ps. Que bom que dessa vez você demorou-se menos.

Maria Joana disse...

eita, coisa bonita, moça!

Késia Maximiano disse...

Grande Bandeira...

Bjs

molin' disse...

não sabia dessa....
esse cara é genial!
beeijos

Maria Fernanda disse...

Sempre belo. Sempre tocante.
Será que eu, sou amiga do Rei, também?

Thiago disse...

só vou embora pra Pasárgada se por lá o café for quentinho :)

renova todo seu estoque de risos guarda todos eles numa caixinha, sobe na montanha mais alta, abre e deixa que o vento se encaminha do restante :)

Carinho :*

edson marques disse...

Menina!


Lua Durand!


Jamais esquecerei teu nome.

Anda estou almoçãndo, mas já vim tomar um café. Li os teus três últimos textos e me parecem maravilhosos!

Parecem meus, de tão maravilhosos! (Este é um comentário atravessado do meu Ego... rss!)


Enfim, adorei!

E deixei uns quatro ou cinco pontos de exclamação... coisa rara em meus comentários.

Mah disse...

Pasárgada!
Adorei o blog.

Um beijo.

Múcio L Góes disse...

ah Manuel dando bandeira poraqui...

belo, o teu poema!

como se diz, ficou o bicho!

bjo

kilder disse...

olá...td bom?
bom fds! otimo blog.

Ana disse...

"Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples'.

Aprendo com ele tanta coisa boa.

Ana Paula disse...

Muito bonita a homenagem moça.(:

Rafael Velasquez disse...

boa homenagem! na verdade boa mesmo!

beijo.

Pare & Pense disse...

mas eita vc viu Lua..

desculpa a demora para responder... soh deu tempo msmo hj... to tentando manter o blog postado.. hehehe..

mas qnto a essa homenagem, eu penso q qndo homenagiamos alguem fazemos mais q isso... fazemos isso para nos sentirmos bem e demonstramos o qnto essa pessoa nos faz sentir... seja ela em vida, ou nao...

mais uma e por tantas vezes, PARABENSSSSSS

Thiago disse...

ô Lua! Aparece :)

Tatah Marley's Confissões disse...

não conheço os textos do Manuel Bandeira, mais gostei deste!
;*

meus instantes e momentos disse...

ótimo teu blog, muito bom.
Maurizio

Thiago disse...

toc toc toc

Jeniffer Pinho disse...

ahhh d+++!

parabéns...
bandeira é tudo!

beijos e boa semana!

Thiago disse...

E te digo que ficarei por horas a fio de olho na caixinha do correio que nem notarei o tempo passar só para ler-te!

Beijos!

Bruno disse...

Um dia todos nos encontraremos em Pasárgada, todos os amigos do rei.

As verdades esquecidas disse...

ah que lindo! que lindo! que lindo! *-*