quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Sobre doer.

Aguda. Vinha sim. Vinha assim. Uma vez. Parava. Mais uma vez. Parava. E doía, como doía. Não tinha hora. Era parado no sinal pra atravessar a rua, o sinal fechado, e a mente vagueando na dor. O sinal aberto, os pés em desalinho, desalentado andava, sozinho, com sua dor. E doía. Com palavras, fotos, expressões, sons. Doía. E a dor escorria por todo o seu corpo, como chuva. E ele vivia, sem remédio, doendo, até não poder mais. Não tinha fuga, era apenas dor. Não tinha alivio, não tinha sono certo, não tinha nada de mais, era apenas dor.

17 comentários:

thais motta ~ disse...

As vezes a gente neim sabe explicar . Não tem nome. É só dor mesmo.

E dói . Te entendo .
As vezes eu tb me sinto assim ..

beijos :*

keila lima disse...

Quando dói as vezes faz sentido! Pior mesmo é não sentir nada!

psf' disse...

adorei seu blog, ta de parabens.
nao é qlqr um que se expressa de tal forma.

Thamires disse...

amei seu blog,
voce escreve super bem (:
já me senti assim..
é inesplicavel.. :/

Ana Elisa disse...

nossa , vse escreve muito bem :D

Jota disse...

nossa:X

enquanto sentimos é pq estamos vivos, quando não sentirmos mais, ai é preocupante,

primeiro blog que entro que parece um site. Gostei ;D

continue escrevend assim,

http://talibainsano.blogspot.com/

rarumie disse...

e quando é apenas dor, parece doer menos. quando não, a confusão dói mais. :)

molin' disse...

gostei da descrição!
besos

Carolda disse...

Doer acaba sendo bom, de uma certa maneira. Porque então vem o alívio.
Doer faz parte de ser.
Gostei daqui. Café é sempre digno, principalmente se for um espresso. Duplo ;)
Um beijo

Analuka disse...

Tanta dor! Beijo azul.

Fulana-de-tal disse...

Muito dói, quando tudo dói. E o tudo insiste em não parar de doer.

Bruno disse...

um dia encontra alguém pra dividir a dor. e aí a dor acaba.

o ruim é esperar até lá :(

Erica Fogo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erica Fogo disse...

E quando dói a gente, mexe? Fica parado? Sente uma culpa, uma aleluia?
E de doer é que anda o mundo?

Dor de muito sentir,foi o que me ocorreu, e vai ocorrer, ao ler tão belas e inteiras linhas. Obrigada se assim posso agradecer.

Verdes Confissões disse...

Devemos sentir a dor, pois nós mesmos a fazemos doer. Só não devemos nos consumir com ela, pois ela não se consome por nós.

Beijos e flores ;*

Cissa disse...

no fim, sempre dói.

ed disse...

Muito bom lua, gostei e me identifiquei bastante, numa oportunidade te mostro uma poesia minha bastante parecida, bjs ^-^!