quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Gota d'água.

No dia que choveu muito o céu parecia desabar. Enquanto todos se guardavam em suas casas ele foi às ruas conversar com o universo. Sentia uma dor profunda na alma, se sentia só. Tinha no peito todos os sonhos do mundo e também um pouco de alguém que nunca existiu. Sorria por fora, por dentro, chovia há anos. Estava quase transbordando, faltava para isso... a gota d'água.

Um comentário:

Janayna disse...

finalmente,
transbordou.
já não era sem tempo.